Falâ de musica de Hernani Almeida( e do prôprio),  é um exercicio facil e dificil ao mesmo tempo, facil porque as sês criação é visual,literario(sum podé dze assim), tudo ta lâ…dificil porque encontrâ termos e vocabularios pa acompanhal é um verdadeiro dor de cabeça( um agradavel dor de cabeça).Dzé que sês musica ta expressa sê sentimento,pami ta soa à injusto, porque sês musica ta muito mais além de um expressão de sentimentos, ou de técnicas musicais, um ta considerâs como verdadeiras criaturas [ de criação] , muito mais que historias , cada um dês, ta respira ta andà e têm sês prôprio sentimento…e cada vez que bô uvis bô ta uvi um coza diferente, como sê cada um das sês criações ta multiplica por 10 à cada escuta…é modâ sê fosse um livro ,que cada vez que bô lê, quel histôria fosse outro…um viagem sem fim…
tudo isso cum simplicidade musical adquirido ao longo de sê vida, um procura de perfeição – no bom sentido do termo- enfim dum necessidade comunica e um respeito enorme à sês pares, e à quem que ta uvi sê MUSICA…

Pra ler a entrevista clicar no link em baixo “k diz” read more


O Jornal Da Hiena: Antes de mais obrigado pa bô aceita ess convite, e partilha ma Jornal da Hiena, bô musica, bôs projeto e bô novo album…

...um pergunta pa introduzi nôs na bô mundo , quem que Hernani Almeida?

Hernani Almeida : Mi ê, o que m te sinti dent de min, na nhas pensar e sentir na nha silêncio, ma nunca m te bem podê definil pa pessoas entendêl! Musica pa min ê o resultado diss tud, pensar, sentir e estód silêncioso a procura de paz de espírito!

Hernani Almeida: por acaso nhas pais pom nome de hernani Almeida, o resto é pura energia!

OJDN: bô fala na procura,na senti e na paz de espirto, um concepção particular de musica…

Além de pensa, de sinti e procura de paz de espirto, o que que bo ta procura condé bô ta fazé musica ?

Hernani Almeida : boa pergunta, acho que todo o esforço na tentativa de encontrá um som/música, ê alimentód pela própria vontade de partilhal com o próximo, portanto, por mas que m pensá na nha silêncio, na nha procura de paz, ê exactamente procura a mesma sensação pa otes pessoas, publico…parcem que um artista verdadeiro ê tipo um cientista que te pesquiza coisas pa podê encontra curas pa doenças ou soluções pa txeu limitação do ser humano, m toiál assim, nha objectivo ê tentá agrada pessoas!

OJDN: Musica é partilha?

Hernani Almeida :exactamente, música ê partilhar

OJDN :um questão meio-besta (ou meio-hiena) de onde que bô musica ta bem?

Hernani Almeida bô te fala na estilo?

OJDN: ainda não, mais a frente , em termos de concepção…

Hernani Almeida:hum, m devê ter um sensor na cérebro que te dzêm, “já está” “ê êss nota li”, “êss acorde, êss ritmo”, m ka tem propriamente um concepção pré criód, tud ê criód apartir de nada! Um amigo de meu dzêm que “si tu ne fais pas tout avec rien, tu ne feras rien du tout” por acase sê nome ê Picasso, êl morrê há tempos!

OJDN :bô fala na estilo, mim por exemplo um ca ta gosta muito dess palavra, que fazém pensa um czinha na formatação, na fetcha na qualquer coza,logo um paradoxo,tendo em conta que musica é partilhar, onde que nô pode encaixa bô musica, sabendo que à partida el(a musica)  é universal?

Hernani Almeida  :desculpam nhas limitações em respondêb a certas perguntas, m ka ê aquele tipo de artista filosofo-intelectual, nha idea ê obedecê ao que m te uvi dent de cabeça e pôl pa fora num instrumento como se dum momento de introspeção se tratasse, mi m te sô fazê mussca, otes pessoas te encaixal moda que ses sabedoria permitis!

OJDN: Continuando…sem encaixa na nenhum estilo, mas cum herança musical visivel(audivel? lol) donde k ta bem bô herança musical ?

Hernani Almeida : cêd nha pai descobri ke m tinha sensibilidade musical, paralelamente m estuda na escola salesiana em que nô tinha que canta, ou prende toca instrumentos, ainda m tem dent de cabeça kês acorde de orgão ke m tava uvi na missa

m ka ê de familia de musicos

Hernani Almeida: se calhar por iss m ka te uvi coisas dum forma k ta bem dum linha..

OJDN:por curiosidade bô começa ta toca que tonte one?

Hermeida Alnani dit :7 one de idade

Hernani Almeida ha dias m teve te fala ma BAU, um grande amig, ke teve te analisa se percurso de musico no tava te fala exactamente na iss, no facto de ele ter bind de um familia de musicos, e mi nao

OJDN :bô pai ka era musico ma el teve um sensiblidade musical…

Hernani Almeida: ya, sô deus sabê o ki kel oiá na altura pa ter tid a brilhante idea de oferecem um teclado, pianinho

OJDN: 7 one d’idade bô começa ta toca, o que marcobe mais na bô inicio o  que incentivobe ?

Hernani Almeida: kel mesmo incentivo de agora, m oiá teclado dum piano moda um grafico, kes tecla pa direita ta bai pa sons agudos e kes tecla pa eskerda ta bai pa sons graves, pront, m começa te tenta cria linhas melódicas apartir de base

Hernani Almeida: dess base lie tudo começa te faze sentid , talvêz por iss m ka ta fazê musica tradicional

OJDN:bô fala na grafico , ta levam pensa na forma que um ta oiâ bô musica , ta fazem pensa num historia ,num filme , resumindo um ta oia imagens…bô têm cosciência disso condé bô ta fazel?

Hernani Almeida: sim, graças a deus que alguém te dzêm iss, nha pavor ê pessoas ka oia nada, ka ter espaço pa um criação subjectiva na nha mussca, mi m prôp enkuant m te fazêl m te oia ess grafico de imagens, ka ê so produzi sons, ê simulá sensações, viagens imagens

Hernani Almeida:por aí sim

OJDN: donde é que ta bêm ess bô necessidade de fazé musica, de comunica  ma pessoas através de musica?

Hernani Almeida: êl ta bem da necessidade de estód inserid num sociedade e podê ser uti a êl, por mas que artistas te reclama da sociedade, mi m te krê contribui pal amdjora, ma pessoas entendê drêt entre ech, e parcem ke um mussca podê junta um pove de gente, sô pelo facto des gosta da mesma musica, ter algo forte em comun, independentemente da nacionalidade ke gent ê, da cultura!

Hernani Almeida:m krê rma nha cantin ondê ke m te vivê pam podê vivê feliz, anton atravéz de mussca m podê cria união

OJDN :…moda Bob Marley dze : hit me with music…

Hernani Almeida ya, bób sinti o kel tava dzê

OJDN : Bô fala na criação ,(ou na concepção) de musica, um termo que indescutivelmente, ta ligado à musica ou qualquer outro tipo de  processo artistico, ma pa isso têm que ideia (ou se nô quizer inspiração), ondé bô ta ba busca de bossa?

Hernani Almeida : arte te alimenta arte, um exemplo ê: m te uvi txeu coisas, musicas diferentes, mesmo a nivel de estilos, desde classico, pop, afro, jazz, fusão, tradicional de cada região, e dent desh tem kes elementos ke m te gosta de uvi mas na otes contextos, por exemplo, me tuvi musica de moçambique, ritmo, depôs m te uvi bach na ses melodias harmonizadas, m podê aproxima bach de moçambique e leva moçambique pa bach

Hernani Almeida:isso podê criá algo novo, e não interessa se origem mas sim o resultado

OJDH:ta exiti dôs estilo de musica: a boa  e mà, o que quê pa bô um boa musica?

Hernani Almeida:m podê pega dum mussca de muito mau gosto e encontra o ke tel ke mau goste e mudal, mantê mesma melodia e tenta encontra o bom gosto na êl

Hernani Almeida: charlie parker ja tava fazê assim, num altura ke ninguêm ka kri toca ma êl por el ter problemas com droga, el tava procura traboi ne casamentos e coisas assim, so ke a forma ke el tava toca kes musskinha de casamente era a la charlie parker né!

Hernani Almeida:as vez ê um acorde ou um ritmo, te passal dum lód, pa kel ote

OJDN:ness caso pa bô nenhum musica  é totalmente mau?

Hernani Almeida:não, m te acredita ne maus intérpretes, ma música ê sempre bem vinda

OJDN:Tcheu gente ta fala na dom ( k fulano é um abençoado e tal), mas alguém dzé um coza interessante, kma dom sem trabalho , é um desperdiçio .O que que bô ta otcha?


Hernani Almeida: sim, realmente, jam uvi algo assim algures…dom ê cima um barco ne areia, bnite, ma ka ta navegá, tem pessoas ke te pensá ke realmente tal pessoa ê iluminód, sô ke tem um processo de trabalho de txeu óne escondid, txeu erros, txeu exercicios, txeu resultados, e kond bo te zbi na palco tud gent te dzê, “heee, fez-se luz”, ma bô, consciente, bô te pensá “ô deus, sô mi k sabê o ke m te passá..”

Hernani Almeida: imaginá, tem pessoas ke te txmam pa trabaiá, m te perguntas sobre hora de ensaio, ech te respondê log, “PA KÊ?, BÔ KA MESTÊ ENSAIÁ!!”


OJDN:eh eh trabôi, trabôi trabôi…n’algum momento de bô carreira bô pensa em larga, sei lâ, muda de rumo fazé ote coza que não  fosse musica?

Hernani Almeida:Não, jamais m pensá na fazê ote coza, ma, m te considerá o facto de, se na musica m ka tiver te encontrá o ke m te procura, m podê ba vendê sandes de atum na café portugal ao lado de nha pai, pa começá, atê parce algum coza amdjôr

OJDN:bom traboi , vende sandes..

Hernani Almeida:m conxê um mecanico de nha córr ex dia li, m gosta de se forma de trabaiá e de se trabói, m podia tb dal fala e fka la como aprendiz, pois, kel processo de montagem de motores e gasto de combustivel tb pa min ê um tipo de arquitectura e arte

Hernani Almeida::antes de ser músico mi ê um ser curioso, tudo é possivel

OJDH:Pa bô colé que foi fase mais gratificante ,até agora, na bô carreira

Hernani Almeida:melhor fase da nha carrêra foi kond m tava tocá na grupo musical de MICK LIMA, m tinha 10/13 one, nôs era mnine, ka tinha responsabilidades, nem frustrias, nem actor principal, nem caché, nem disputa pelo poder, era simplesmente o prazer te partilha(mais uma vez) perspectivas de cada um de nôs na nôs intrument

Hernani Almeida: isso foi moda um escola de arte pa min, extremamente gratificante!

OJDN :um concepção um bocado utopica de musica, que nô sabe que é um industria é que ta circula um bocode de valores, é possivel ainda ess partilha, trà prazer na toca, na dialogo, na comunica?

Hernani Almeida:sim, é possivel sim, te procura as pessoas certas pa trabaia, pessoas inteligentes e humildes, k ka ta sinti ameaçod pa bô em nenhum momento, mas sim confiá plenamente, pessoas assim ke m te procura, e m tem encontród graças a deus um grupo de pessoas ke no te estód avontade ma kumpanhêr, m ka ta dzê ninguêm o kel deve fazê mas sim, propôl, e el te da sê parecer, por exemplo.. musicos ke grava na nha disco

Hernani Almeida: miroca, zé, lúcio, ech entrega completamente, ech uvim m o ke m kria, ech ijdam/corrigim no ke tinha ke ser, e o resultado foi interessante

Hernani Almeida:tem ote pessoa ke augusto veiga ke ê produtor executivo ê um pessoa extremamente aberto e ê facil trabaia ma êl, partilha ma êl, pk êl ka ta intervê na arte de ninguêm!

Zunga Pinheiro, ê outro, portanto, sim é possivel

OJDN :Bô Disco (album) finalmente, depois e tcheu participações( e que participações!) na discos de outros artistas, nô ta bêm têm opurtunidade  de uvi bô traboi (ma bô grupo), o que ta espera nôs ?

Hernani Almeida:bom, o ke m fazê na nha disco ka tem nada do ke m tem feito na otes projectos, nha disco ê um proposta de musica simples, melodias simples, ritmos afro, imagens, movimentos, e alguns elementos de improvização jazzística, nada complicód, m te garanti, ê pa min, um cartão de entrada, um lista de pekenas histórias em sons

Hernani Almeida:txeu gent ja dzêm kes te esperá coisas virtuosas, tipo 175 notas por segundo, e rally ou homen aranha ne guitarra, e nada disso ta na nha disco

(risos)

OJDH :(ah ah ah)bô ta propô algo novo, diferente, mas ao mesmo tempo pelo que jam uvi é familiar, quem k ta concheb ta idenfica…realmente um traboi dum qualidade fora devulgar, bô tem receios na el ser aceite , na Cabo verde pelo menos?

Hernani Almeida:na verdade desde ke m sube ke nha disco te bem saí ne mês de julho, aproximadamente a 18 de julho, nha angustia te aumenta a cada compasso, ansiedade, corda de madrugada, sonhos eskisitos, enfim, pk sempre m trabaia ma otes pessoas e foi sempre facil emocionalmente trabaia na ses mussca, agora jam decidi partilha ma pessoas um bocadin de nhas ideas musicais, ma log a seguir ke m gravá e ke m oiá k jam ka podia da pa traz, m começa te sinti mêd de talvez pessoas rejeital

OJDH:Ma certamente isso ka ta contcé, pelo u que um uvi

HERNANI ALMEIDA:palavra de hiena ka ê de confiança

HERNANI ALMEIDA: m ka tem kel sede de luzes que a maioria de pessoas/artistas tem, e m tem txeu respeito pa ouvid de publico

OJDH :qual é significado pa bô dess album?

Hernani Almeida:significa renascer, acho nha disco ê moda se m te volta a nascê, em vez de 9 mês, foi 30 one

por iss ê pa min um marco importante

OJDH:Um podé perguntobe porque,  tonte tempo?

Hernani Almeida:ê a própria natureza das coisas ke te fazê com ke tud te contcê kond for a hora certa

OJDH :ja nô ta tchega na recta final de nô conversa um cria pôbe uns questão a primeira vista sem nenhum interresse …1°o qué k ta intressobe na musica actualmente?

Hernani Almeida:inda m ka entende, bo te perguntam o ke te interessam em termos do ke m te procura pe uvi, ou o ke m kre de mussca directamente?

OJDH :ês dôs,pa uvi e o que bô ta espera?

Hernani Almeida:m te procurá criá sempre e sempre novas perspectivas, tenta evita repetição, pa iss m ten k estód sempre atento no ke jam fazê, e tb estód sempre te uvi otes musica de otes pessoas, otes cultura, pam podê descobri coisas novas, pam introduzi na nha vocabulário e ser usód na altura certa, e clar, sempre pa tenta melhorá o ke precisa ser melhoród

OJDH :2°  se por alguma razão obscura,tudo musica de mundo  tava desaparece e fosse possivel bô salva um sô, qual era?

Hernani Almeida: Som mas bnite ke m te gosta ê som de água, se m pudesse m tava salva mar!

OJDH :…pôetico..

Hernani Almeida: mas pura verdade, na prática

Hernani Almeida: bô te lembra de kes dia de sol kente kond bô te detá na areia de laginha te uvi kel mar mas kes pidrinha? txklux txklux txklux chuaaaa^

OJDH: terçer pergunta : como bô sabe esse era um Entre-E-Vista (a pele de um animal) , qual é animal que bô ta escolhe?

Hernani Almeida:gaivota

OJDH :Hernani , ja nô tchega na fim de nôs conversa ,têm algum coza que nô ca fala que bô tava curti dze…

Hernani Almeida:nada

OJDH:unh

Hernani Almeida::obrigado pa bô entrevista, nada mais traiçoeiro como um hiena, mas… foi bom

OJDH: … um palavrinha final ,thanks pa bô ter aceite ess convite, e que pessoas ta aprecia bô album, (no entanto ,quem crê ta visita bô myspace)

Hernani Almeida:http://www.myspace.com/hernani1978 e viva a liberdade da alma